Rádios

Os Frades Capuchinhos do Rio Grande do Sul iniciam sua presença no rádio na década de 1950, quando instalaram as primeiras emissoras de AM do grupo em Lagoa Vermelha, Soledade, Garibaldi, Veranópolis e Marau.

  • Pequenas emissoras comerciais locais que tinham como objetivo servir suas comunidades com programas religiosos e de informaçções gerais.
  • Com o advento da FM, na década de 1970, optaram por marcar presença em mais este segmento da comunicação eletrônica, oferecendo aos ouvintes uma programação musical leve e agradável.
  • Hoje os Freis Capuchinhos gaúchos operam14 emissoras de rádio, sendo 7 de AM e 7 de FM, reunidas em 7 Fundações autônomas com sede em Caxias do Sul, Lagoa Vermelha, Veranópolis e Garibaldi, Marau, Soledade, Veranopolis.
  • A partir de  pesquisa e de uma atenta tendência de modernização da comunicação, em maio de 1998, os Freis aprovam o projeto do uso do satélite, que permite a formação de redes em tempo real. Desse modo, como pioneiros, criam as duas primeiras redes de rádio do interior do Rio Grande do Sul.
  • Participante da Rede Catolica de Rádios, na area de programação, a Redesul de Rádio é a Base Geradora Regional, que congrega emissoras parceiras como: Rádio Aurora de Gaupore, Rádio Rosário de Serafina Correa, Rádio Sarandi, Maristela de Torres, E Cultura de Campos Novos SC.
  • É assim que, a partir do final de 1998, o sinal é colocado no satélite, diretamente dos estúdios da São Francisco, de Caxias do Sul, dando início à RedeSul de Rádio, para as emissoras de AM e à Rede MaisnovaFM para as emissoras de FM, em março de 1999.

Redesul de Rádio